Connect with us

DESTAQUES

Morador de Engenheiro Beltrão acusa funcionário da prefeitura de ameaça

Por Adalmir Garbin Júnior, às 09:45 – 14/06/2018

“Cascatinha” (foto abaixo) disse que foi ameaçado após publicar mensagens em uma mídia social. O caso foi registrado na delegacia da cidade. 

eb

“Cascatinha” regiatrou o caso na Delegacia de Polícia. ( foto: Jr Garbim/JER)

 

Um morador de Engenheiro Beltrão procurou a delegacia para registrar uma queixa de ameaça contra um funcionário público que ocupa cargo em comissão na prefeitura municipal.

O registro foi feito na tarde da última segunda-feira (11) e o denunciante, o empresário Wanderley Goubetti, que é conhecido como “Cascatinha”, relatou que foi ameaçado pelo servidor público após a publicação de mensagens em um grupo de Whatsapp. O conteúdo das mensagens envolveria artes gráficas (santinho) da época da campanha eleitoral, com citações nominando alguns secretários e funcionários municipais, e seus respectivos salários.

Segundo Cascatinha , após a veiculação do conteúdo na mídia social, o funcionário público, identificado pelas iniciais A. L, foi até a sua residência na noite do último sábado (09) e o ameaçou verbalmente. Ainda segundo a vítima, o funcionário teria pedido para ele sair para fora do portão e utilizou o celular para filmá-lo. Após proferir as ameaças, o acusado foi embora. Posteriormente, a vítima teria recebido mais duas ameaças de funcionários ligados à atual administração. Uma delas, de um secretário do alto escalão da prefeitura.

Ainda segundo Cascatinha, as mensagens circularam em vários grupos de Whatsapp e ele apenas as repassou naquele determinado grupo, não sendo o responsável pela confecção do material. “ Não vi nada de ofensivo e apenas repassei a mensagem, como muitos fizeram em outros grupos. Parece que se esqueçeram que é com o dinheiro do pagamento dos nossos impostos, que eles recebem o ‘gordo salário’ mensal. Acredito que como cidadão de bem, tenho o direito de saber e questionar o quanto recebem. Se eles estão achando ruim e querem esconder algo, é que possivelmente algo deve estar errado ”, avalia.

Com medo de mais represálias e com receio de sair para trabalhar, Cascatinha resolveu procurar a delegacia e registrar o Boletim de Ocorrência .

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA – Após a polêmica, Cascatinha revelou que resolveu consultar o Portal da Transparência para confrontar os valores dos salários especificados nas mensagens com os que são pagos aos secretários e cargos comissionados, já que ele foi questionado que os valores eram inverídicos. Ao acessar o portal, descobriu que os dados com valores mensais recebidos pelos servidores, que deveria ser dê acesso público, não constam no site oficial da prefeitura de Engenheiro Beltrão.

Diante da falta de transparência, ele disse que procurará o Ministério Público para pedir que essas informações sejam publicadas no site e que toda a população tenha acesso e posso saber o valor real recebido por cada servidor público, conforme é previsto na Lei da Transparência Fiscal.